Dicas e Curiosidades

Neste espaço você encontra dicas e curiosidades sobre o mundo do aquarismo!

Peixe Betta - Origem, Curiosidades e Cuidados

De origem asiática da Bacia do Rio Mekong na península Malaia, esse peixe habita diversos países como Laos, Camboja, Vietnã, Tailândia, entre outros. Deste último vem , indiretamente, o nome de gênero: Betta. Diz a lenda que no antigo Reino do Sião, atual Tailândia, havia uma tribo conhecida por Ikan Bettah, guerreira e extremamente agressiva e territorial. Daí a inspiração para o nome do peixe. (Lenda é lenda....)

No Brasil o nome mais comum, além de Betta, é “Peixe de Briga”, sua agressividade é também explicada por sua origem e evolução. Nos países asiáticos seu habitat são os charcos inundados, que se resumem a pequenas poças em determinadas épocas do ano. Portanto nesse ambiente inóspito percebeu-se uma evolução necessária à sobrevivência . Primeiro pela maneira de respirar (desenvolveu o chamado órgão em labirinto, engolindo o ar pela boca) e depois a agressividade e o territorialismo, afinal quando cai um inseto (alimento) na poça é do mais forte.

Mas ao contrário como muita gente pensa, o Esquentadinho, quer dizer Betta, só é agressivo com peixes da mesma espécie, ou seja outro Betta. Dá um trabalhão danado para se formar casais, e depois desse trabalho todo ainda tem que separar o casal após a desova. Por que é o macho que cuida da cria. Mas também uma vez formado o casal existe uma fidelidade de que toda vez que juntar o casal, vão acasalar. Que bunitinho !

As fêmeas são mais tolerantes entre elas, se for coloca-las juntas, aconselha-se ambiente espaçosos. Essas mulheres...

Por razões como: beleza de suas nadadeiras longas, cores vibrantes, alta resistência , a não necessidade de bombinha de ar em seu aquário, sem contar também o preço acessível , tornaram o Betta um peixe muito popular também aqui no Brasil. Em muitos casos é a porta de entrada para o hobby do aquarismo. (abençoado peixinho....)

Mas apesar de sua grande resistência, também exige alguns cuidados básicos, para que possa viver plenamente a sua longevidade de pelo menos 3 anos. (Tudo isso ??? O meu durou alguns meses...Já ouviu isso??? ).

Primeiro, não devemos coloca-lo em um recipiente muito pequeno. Aconselha-se pelo menos 2 litro d'agua. Aquários, principalmente os redondos devem ter pontos de referencia como plantinhas ou decorações essas pontos ajudam o peixe na sua orientação de espaço.

Segundo, em sua maioria os aquários de bettas, chamadas de beteiras, não tem sistema de filtragem ou bombinhas, por isso temos que redobrar a atenção na qualidade d'agua. Deve-se sempre a cada 10 dias, limpar o substrato do fundo da beteira e trocar metade d'agua, sempre utilizando água tratada com um bom condicionador. Não deixar de verificar se a temperatura d'agua esteja sempre acima dos 25 graus. Temperaturas muito baixas podem ser fatais.

Terceiro, e não menos importante, colocar somente quantidade de rações que o peixe possa comer sem deixar sobras. Na natureza o Betta se alimenta quase que exclusivamente de insetos, larvas de insetos, vermes, pequenos crustáceos e demais presas de origem animal e de altíssima digestibilidade. Rações com altas concentrações de produtos vegetais são completamente inapropriados. Carnes de mamíferos e aves também não são indicados pois são de baixa digestibilidade. Portanto a necessidade de variarmos sua alimentação, pode ser suprida com artemias vivas (micro crustáceos) e alimentos liofilizados (crustáceos, larvas e vermes secos), são ótimas opções.

Dúvidas sobre o Betta?

Procure-nos, teremos o maior prazer eem atende-lo.

Se vocês tiverem dúvidas ou querem mais informações a respeitos desse peixes ou outras espécies, não deixe de entrar em contato com nossa equipe.



Segunda a Sexta - 09h às 19h
Sábados - 09h às 18h
Domingos - 09h às 12h
(exceto feriados - sem expediente)

Rua Itália, 347, Jardim Cica
Jundiaí - SP | Fone: 11 4607-8800
contato@bixodagua.com.br